novidades e outras coisas

Archive for the ‘mundo em movimento’ Category

“Welcome to this World!”

Pelas palavras de PZ Myers (donde retirei este vídeo) o mais perturbante é imaginar que poderia ser apresentado numa igreja:

alice mora aqui

Uma das coisas boas que se ganham com a leitura dos jornais é a de receber um brinde (provavelmente só para aqueles que os pagam, mas o mundo nem é justo, nem perfeito…). Há faqueiros, medalhões, dêvêdês, e coisas também assim tipo livros. Hoje, o JN dá o “Alice no País das Maravilhas” (1865) de Lewis Carroll.

Livro infantil, dizia-se na minha infância. Infantil?! Quando o Valete protesta inocência em tribunal e contesta a prova apresentada da alegada carta escrita por ele (precisamente porque não traz qualquer assinatura), o Rei responde que se não assinou, “isso só torna o caso ainda pior: tinha que ter más intenções, senão teria assinado, como qualquer homem honesto!” Um excelente exemplo do que se viria a chamar “lógica kafkiana” tão popular nos tribunais políticos do século seguinte.

However, sua leitura também sofreu actualizações como em “White Rabbit” dos Jefferson Airplane:

O Porto é uma coisa esquisita

Uma das coisas com que nos deparámos várias vezes foi a incredulidade das pessoas. As pessoas não acreditavam que isto era mesmo a sério. Diziam-nos: “Ah sim, é muito giro, mas claro que não vai acontecer.” A segunda pergunta era: “E o que é que a câmara vai achar disso?”

É bastante evidente que os portuenses se sentem excluídos do processo político de tomada de decisões acerca da vida da cidade, que se sentem sem poder, empurrados para fora da infra-estrutura política. Não lhes parece que possam ter uma palavra a dizer sobre o rumo da cidade. (…)

Acima de tudo, o papel do poder local é activar a noção de que as coisas são possíveis. E aqui, claramente, pelo menos no que depende da câmara, os artistas acham que as coisas são impossíveis.

(Joshua Sofaer in Publico)

Por acaso até me fez lembrar o outro, há dois dias, a falar…

Esclarecimento

Aquele senhor coloca na minha boca afirmações que me comprometem e que venho aqui desmentir inequivocamente: nunca me dediquei à portografia, nem acho bem que se pratique.

Novas Tecnologias de Informação e Comunicação

Visitando a Rua da Castela, espreitei para uma montra e descobri esta novidade:

Mas como tudo o mais, também têm os seus defeitos: ardem mal…

aleluia

nosso mundo

Um tema apropriado entre a Cimeira de Copenhague e o Ano Novo.

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: