novidades e outras coisas

Archive for the ‘imago mundi’ Category

Douramente

amendoeira

Ao amanhecerem flores exuberantes e olorosas em dias de azul em pleno Inverno, seremos tão ingénuos para acreditar na promessa de Primavera? Os mais pragmáticos cantarão loas ao milagre da natureza, fruto do esforço humano.

Estas são terras semeadas de equívocos: ao viajante que palmilhe as encostas pedregosas não escapará o jeito de sedução com que as montanhas travam a marcha do rio até ao mar.

O Douro é rio de variados Douros, tão diferentes entre si como a noite para o dia. Todavia, não é o rio, mas são as margens que se contorcem: por onde passe, elas estreitam-no na ilusão de o conter.

Ler mais em Imago Mundi

Fotos da Inauguração da exposição de Portografia

Ver mais fotos no Imago Mundi.

na revista Sábado de hoje

clicar na imagem para ampliar

No Museu do Vinho do Porto

PortoGrafia

agnus dei

Antigos lugares de culto edificados sobre outros arruinados, cultos nunca esquecidos de crenças de que não há memória o nome. Nestas ruínas sobre ruínas, o Agnus Dei liberta-se dos pecados do mundo, revoltado contra o destino imposto e assume-se como criatura selvagem, deus pagão e macho do rebanho. Em verdade, verdade se diga: estariam melhor preparados os peregrinos de outrora frente aos de hoje, perante tamanha revelação?

(mistério pascal in Imago Mundi)

noites brancas

Ainda que cada vez mais surdos e cegos aos apelos e cores da noite, é difícil ficar indiferente à visão duma lua cheia em campo de neve. Seja por instinto vital ou por atavismo cultural. Ou seja, talvez, por reflexo condicionado às imagens publicitadas dos “resorts de ski”.

Os poetas de outros tempos julgavam ver, por vezes e em noites de neve, rastros pequenos de pés nus. E chegavam a temer pelo regresso da pastorinha que se atrasou no caminho para a aldeia, quiçá surpreendida por besta fera sanguinária. Mas que se pode aprender com um poeta sobre a arte de guardar rebanhos? (in Imago Mundi)

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: