novidades e outras coisas

Se estás de mau-humor, o tempo corre devagar. Se aprendes a viver atento à vida e dando-lhe valor, mesmo aqui, então o tempo não é perdido.

Esta é a minha principal tarefa: fazer com que o tempo que eles me querem tirar não seja perdido. E eu penso que tenho sido bem sucedida

(Nadezhda “Nadya” Tolokonnikova, 23 anos, membro das Pussy Riot, no oitavo mês dos 2 anos de prisão a que foi condenada por “hooliganismo” motivado por ódio religiosos) [in The Guardian].

(*) título de um conhecido livro de Dostoiévski, baseado na sua experiência
na prisão por motivos políticos.

1335550502_687267_1335550614_portada_normal

Anúncios

Comentários a: "Recordações da Casa dos Mortos(*)" (1)

  1. […] para concessão de liberdade condicional. Juntamente com Nadezhda Tolokonnikova, 22 anos (que já viu negado o pedido de liberdade condicional), encontra-se detida há um ano pelo crime de “blasfémia” e “ódio […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: