novidades e outras coisas

urbanidade

Outra evidência é que o desenho do sistema viário urbano tem vindo a ser feito por engenheiros de trânsito que não sabem desenhar “ruas”, e pejam as cidades com “sistemas rodoviários”. Naturalmente que neste caso há um evidente conflito com os sistemas alternativos de transporte. 

 As nossas cidades deixaram de ter ruas e passaram a ter rodovias. A introdução de transportes alternativos sejam eles quais forem tem de ser feito pelo princípio de urbanidade, isto é pela convivência e não pela exclusão. (Alexandre Burmester in A Baixa do Porto)

Anúncios

Comentários a: "urbanidade" (4)

  1. Isn’t anything new, the necessity to use public transportations in state of one-man-one-car…
    There is more evident inevitability to start being consequently by using the less possible our cars because of the CO2 emissions into the air.
    Positively I think the change has to came, once at all, specially if we start thinking about the next generations.
    Switzerland is a little country, Pepe.
    3 ½ hours trip by train, you go from the south to the north borders. An easy and very comfortable trip, indeed. But if you take the car from Chiasso to Basel, you may have bad luck and stay in the traffic jam for hours before entering the Alp’s 17 km. long tunnel More than once, when I used to work in Zurich, I spent 5 hours for a trip which would take only 2 h and 15 min. Clogged into heavy traffic, before the “holly” Gotthard Tunnel and thru the city down town Zurich.
    I guess every country presents different situations: but the conclusion is all-round the necessity to improuve the public transportations (bus – train – ship).
    Have a lovely week
    :-)Claudine
    http://claudine2007.splinder.com

    • Interessante, Claudine, pois a ideia que se costuma ter da Suiça é muito diferente da sua descrição da “rush hour” em Zurich.

      Claro, também não podiam ser só vaquinhas em verdes prados e lagos a reflectir montanhas…

  2. Tá bon Pepe….
    A Suiça não é o Paraiso 😉
    acho que muitas cosas podiam ser differentes…
    Eu não sou uma “doña politica”… soamente sou uma madre e mulhere!

    Serenità, Pepe até logo
    :-)claudine

    • Sabe, Claudine? Sou daqueles que acreditou na utopia informática que nos permitiria trabalhar em casa ou em qualquer lugar à nossa escolha, libertando os centros das cidades do automóvel.

      E que nos faria ganhar tempo para nos dedicarmos a muitas outras coisas, além do trabalho de cada dia. Como passar o dia na montanha, na companhia das vaquinhas, sim. E lá do alto ver o céu e a montanha reflectidos num lago de água pura…

      Pois…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: