novidades e outras coisas

alice mora aqui

Uma das coisas boas que se ganham com a leitura dos jornais é a de receber um brinde (provavelmente só para aqueles que os pagam, mas o mundo nem é justo, nem perfeito…). Há faqueiros, medalhões, dêvêdês, e coisas também assim tipo livros. Hoje, o JN dá o “Alice no País das Maravilhas” (1865) de Lewis Carroll.

Livro infantil, dizia-se na minha infância. Infantil?! Quando o Valete protesta inocência em tribunal e contesta a prova apresentada da alegada carta escrita por ele (precisamente porque não traz qualquer assinatura), o Rei responde que se não assinou, “isso só torna o caso ainda pior: tinha que ter más intenções, senão teria assinado, como qualquer homem honesto!” Um excelente exemplo do que se viria a chamar “lógica kafkiana” tão popular nos tribunais políticos do século seguinte.

However, sua leitura também sofreu actualizações como em “White Rabbit” dos Jefferson Airplane:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: