novidades e outras coisas

 

Estão a ser construídos mais de 260 centros escolares. No fim do ano lectivo teremos todas as escolas com Internet com banda larga de 48 mega bytes. Isto é uma reforma profunda na educação em Portugal. Valeu a pena não desistir. Valeu a pena cerrar os dentes e prosseguir. A vida é feita de dificuldades e incompreensões. Mas o importante é olhar para trás e ver que estas reformas têm resultados (Primeiro-Ministro José Sócrates in Público)

O Latim e o Grego não vendem em Portugal. Ninguém parece entendê-lo – ou poucos… É com espanto e um misto de vergonha que chego todos os anos a Itália e vejo centenas de jovens que estudam para Medicina, Engenharia ou Economia e que têm latim, grego; leram Homero, Virgílio, conhecem Horácio e o recitam… Que distância dos jovens portugueses! Os mesmos problemas sociais, as mesmas dificuldades económicas, as mesmas lutas contra novas dinâmicas tecnológicas, mas uma Escola que se quer Escola; que assume o seu papel e que não abdica dele. É com tristeza que vemos o fim dos cursos de literaturas no Secundário… que vemos o Ministério ignorar as tendências europeias, como se Portugal tivesse seres humanos diferentes… (Professora Alexandra Azevedo in De Rerum Natura)

O Ministério da Educação deambula entre o incompetente por negligência e o incompetente por agressão. Parece que não sabe nada, que não percebe nada, que não se interessa por nada: não soube sequer, por exemplo, dar a informação profissionalmente e sem falhas, que a Professora necessitava, de quantos alunos de Grego existiam à data em Portugal; nem sequer soube, o que me espanta, aproveitar os louros alheios. Ou seja, o trabalhinho estava todo feito: porque não aproveitá-lo? Isto pode parecer um pouco irónico, mas se tal tivesse acontecido demonstraria um mínimo de interesse, mesmo que por oportunismo. Imagine que só depois de muitas súplicas via e-mail conseguimos que prestassem atenção. Depois de todo o trabalho, esta foi uma demanda inglória e castradora: fazer com que o Ministério nos ouvisse! (Aluno Afonso Reis Cabral in De Rerum Natura)

"conhece-te a ti mesmo"

"conhece-te a ti mesmo"

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: