novidades e outras coisas

o processo dos Templários

Pelos vistos, esta é uma história que está por fazer. Sempre que se anuncia a abertura de arquivos secretos crescem as expectativas de revelações fantásticas, suspeita-se de maquinações de grupos de interesses para desviar atenções, mas invariavelmente a “verdade revelada” desilude o grande público e muito mais os aficionados na lenda.

Por exemplo, quanto mais se conhecem os meandros de regimes como os do IIIºReich ou da União Soviética, mais os regimes e seus dirigentes (e sicários) se revelam estruturalmente medíocres, boçais, além de cruéis e sórdidos. O verdadeiro mistério, a haver algum, seria o de gente semelhante ter conseguido a adesão de tantos milhões, antes, durante e depois de se exporem como quem eram e ao que vinham.

Mas se falarmos dos segredos dos Faraós ou do de Fátima, alimentados ao longo de largas décadas pelos mais delirantes testemunhos ou especulações, suas revelações acabam por ser igualmente “frustrantes”, senão mesmo ridículas.

Porém, a investigação séria que se impõe revela realidades muito mais interessantes e estimulantes, ou assim entendo que sejam, para a Humanidade. Sem excepção, revelam-se personalidades humanas, nem ogres, nem anjos, nem sociedades secretas detentoras dum conhecimento que pode mudar o mundo, nem sociedades antigas que produziram todo o saber que se veio a disseminar pelo mundo.

Provavelmente, ao abrirem-se os arquivos do julgamento dos Templários por parte da Igreja Católica, o que virá ao de cima serão suspeitas, acusações e condenações assentes em “factos” produzidos para o efeito, utilizando estereótipos da época, mas familiares a quem conheça as farsas judiciais e o jargão ideológico dos regimes autoritários do sec.XX.

E, a ser assim, confirmarão os interesses cruzados de reis, de outras ordens monásticas e da cúria romana na aniquilação dos Templários. Tal como veio a acontecer, séculos depois, com os Jesuítas. Comparando os dois processos, é bem verdade que os mistérios à volta dum acontecimento da “Idade das Trevas” não se replicaram neste outro acontecimento da “Idade das Luzes”…

Mas irá surgir uma linha que seja a sustentar a existência de sociedades secretas formadas após a morte de Cristo e ainda hoje actuantes? Ou de qualquer talismã redentor à espera dum cavaleiro andante que o recupere para o mundo? Não aposto nisso.

Decepcionados? Fica sempre a consolação duma tese conspirativa que explique a “aparente” abertura dos arquivos dos Templários para ocultar de vez um segredo maior.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: